Volume
Redes
Sociais
Projeto idealizado por Angeli e Laerte ganha lançamento de livro de quadrinhos no Sesc Ipiranga
13/11/2017 - 21h33 em Arte

Oficinas, residência e ocupação visual moldaram o Projeto Baiacu numa parceria entre Sesc, Editora Todavia e Instituto Hilda Hilst

 

No dia 18/11, os quadrinhos retornam ao Sesc Ipiranga no lançamento do livro Baiacu, publicação idealizada e capitaneada por dois dos maiores quadrinistas do Brasil: Laerte e Angeli. A lendária parceria dos anos 80, repetida pela dupla neste ambicioso projeto, reuniu mais dez artistas, nacionais e estrangeiros, para refletir sobre era de ouro do quadrinho brasileiro, o panorama atual e o futuro da linguagem.

O lançamento marca a conclusão da intensa experiência fruto da parceria entre Baiacu, Editora Todavia e Sesc, com venda de exemplares à partir das 19h na área de convivência do Sesc Ipiranga, com a presença de Laerte e Rafael Coutinho.

O Projeto

Em julho deste ano, os dez artistas convidados – os brasileiros Eloar Guazzelli, Fabio Zimbres, Pedro Franz, Juliana Russo, Rafael Sica, Mariana Paraizo, Gabriel Góes, Laura Lannes e os internacionais Power Paola (Colômbia) e o multimídia Ilan Manouach (Grécia) - realizaram uma residência na Casa do Sol do Instituto Hilda Hilst com objetivo de promover um mergulho profundo no futuro da linguagem, com experimentação, troca, quebra de regras e cânones editoriais, mistura de linguagens. Os artistas realizaram paralelamente uma série de oficinas e bate-papos no Sesc Ipiranga concedendo ao público uma aproximação com a linguagem e o universo dos quadrinhos

A Ocupação

O projeto também produziu uma ocupação visual de sete superfícies, com espaço para plotagens na fachada, muro do jardim, as paredes externas de dois galpões e o muro da entrada secundária no Sesc Ipiranga. Na entrada do prédio, um dos murais 'Bem-vindos à Baiacu' recepcionava os visitantes com a apresentação gráfica do projeto, que traz o desenho de Laerte e Angeli em tamanho grande, além de seus personagens "explodindo de suas cabeças". No piso superior, os dez artistas convidados para participar do projeto fazem uma livre apropriação de personagens da cultura pop, como o boneco da marca Michelin, ou a sexy Betty Boop, no painel 'Me Diga Quem Desenhas Que Te Digo Quem Tu És'. 'Quadrinhofagia', no muro do deck, foi o painel de maior destaque, que apresentava o futuro da linguagem.

A Publicação

Um livro, uma residência artística, uma experiência estética. A Baiacu marca o retorno de uma das mais lendárias parcerias do quadrinho brasileiro. Durante duas semanas, dez artistas selecionados por Angeli e Laerte trabalharam juntos para conceber e criar este livro. A eles juntaram-se os próprios editores, que colaboraram com desenhos e histórias, e mais cinco escritores e poetas. O resultado é uma obra livre e aberta que experimenta com a linguagem das HQs, da poesia, da prosa e da fotografia. Um retrato, ainda que levemente desfocado e anárquico, do que há de melhor na arte brasileira.

O que alguns anos atrás não passava de um fanzine idealizado por Laerte e Angeli ganhou corpo, passou a ser revista e, conforme crescia na cabeça de seus idealizadores, tornou-se um livro, um tomo, uma obra exemplar. Exemplar da criatividade dos artistas que fizeram a baiacu. Exemplar da força que a Baiacu encontrou na diversidade de vozes, pontos de vista, perspectivas existenciais e estilos. E exemplar, sobretudo, de como os dois maiores nomes do quadrinho nacional seguem olhando para frente. O futuro é um peixe que infla para se proteger. Nas palavras de Laerte, "só funciona com tubarões bem pequenos". Está de bom tamanho.

A Perfomance

Nos dias 18 e 19/11 acontece uma experimentação livre conduzida por Rafael Coutinho (coordenador do projeto Baiacu), DW Ribatski e Juliana Russo, celebrando os limites entre quadrinhos e artes visuais. Os artistas farão um desenho-pintura em grande escala, comemorando a conclusão desse processo de residência e do lançamento do livro Baiacu, envolvendo o público presente, que colaborará com suas narrativas.

Os Autores

Angeli nasceu em São Paulo, em 1956. É um dos principais artistas brasileiros em atividade, tendo criado a lendária revista Chiclete com Banana e personagens como Rê Bordosa e Bob Cuspe.

Laerte nasceu em 1951, em São Paulo. É criadora da Piratas do Tietê e de tantas outras publicações e personagens que marcaram época no país.

Serviço

Lançamento do livro Baiacu

Quando: 18/11 às 19h

Local: Área de Convivência

Preço: Grátis

Desenho ao vivo com Rafael Coutinho

Participação De Dw Ribatski (Sábado) E Juliana Russo (Domingo)

Quando: 18 e 19/11 das 15h às 18h

Local: Área de Convivência

Preço: Grátis

 

Sesc Ipiranga – Rua Bom Pastor, 822

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!