Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
COMBOIO DE SAL E AÇÚCAR, do premiado diretor, Licínio Azevedo, estreia dia 07 de junho em circuito nacional.
04/06/2018 19:22 em Cinema

 Trailer: https://youtu.be/ hkWLE3yZU0c

Fotos, cartaz e release: https://drive.google.com/drive/u/0/folders/1-So0ANL0yyllUygXDFZv4lf_qgkDzmfy

 

 

O longa é uma coprodução de cinco países.  

  O longa “Comboio de Sal e Açúcar” foi premiado,  em  Los  Angeles,  no  26ºPAFF  –  The  Pan  African  Film  &  Arts  Festival,  em  Fevereiro  de  2018 .  O diretor Licínio Azevedo recebeu, com este filme, o seu terceiro prémio de Melhor Diretor de Ficção.  Já havia recebido o mesmo prémio no 38º Festival Internacional de Cinema do Cairo e no Festival Africano de Khouribga em Marrocos.   O longa também conquistou o  Tanit  de  Ouro  para    Melhor  Longa-Metragem  de  Ficção  no  Festival  de  Carthage,  na  Tunisia,  onde  também  recebeu  o  prémio  para  Melhor  Imagem,  o  Prémio  da  Federação  Internacional  de  Críticos  de  Cinema  e  o  da  Federação  Africana  de  Críticos  Cinematográficos.  No Festival de Cinema de  Johannesburg  foi  premiado  como  o  Melhor  Filme  e,  na  sua  estreia  internacional,  no  Festival  de  Locarno,  um  dos  mais antigos  e  importantes  do  mundo,  foi  o  grande  vencedor  do  Prémio  da  Crítica  Independente  italiana,  o  Boccalino  d’Oro,  na  categoria  de  melhor  produção,  “por  ser  um  filme  que  assinala  a  capacidade  que  o  cinema  africano  tem  de  enamorar  o  grande  público”  (Ticino  Today). 

 Sinopse: O longa “Comboio de Sal e Açúcar” é baseado no livro homônimo do diretor. O filme se passa em Moçambique, em plena guerra civil, onde um trem, que liga Nampula (província do Norte de Moçambique junto ao oceano Indico) ao Malawi, atravessa uma perigosa zona de guerra. Esta viagem é a única esperança para centenas de pessoas dispostas a arriscar a própria vida numa viagem para garantir sua subsistência, indo trocar sal por açúcar no país vizinho. Trafegando por trechos da linha de trem completamente sabotados, a jovem enfermeira Rosa, que está a caminho de um hospital onde irá trabalhar, conhece o Tenente Taiar, que tem como missão conduzir todos a salvo. Uma estória de amor em tempos de guerra a bordo de um comboio de mercadorias, que leva além de pessoas, sonhos.

  

Sobre o Diretor: Licínio Azevedo é cineasta e escritor, nascido em Porto Alegre, Brasil, mas vive há mais de 30 anos na África. Faz parte da geração formada no Instituto Nacional de Cinema de Moçambique após a independência do país, com a intervenção de diferentes professores, como Godard, Ruy Guerra e Jean Rouch. No cinema alterna-se entre documentários e ficção. Um de seus livros, sobre a guerra civil, serviu de base para o primeiro longa de ficção no país, “Tempo de Leopardos”. Já realizou cerca de 40 filmes. Seu filme anterior, de ficção, “Virgem Margarida”, foi selecionado em mais de 15 festivais internacionais e com mais de 10 prêmios recebidos.

 



DATA DE LANÇAMENTO 07/06/2018
RIO DE JANEIRO/RJ
NITERÓI/RJ
SÃO PAULO/SP
RIBEIRÃO PRETO/SP
PORTO ALEGRE/RS
CURITIBA/PR
FLORIANÓPOLIS/SC
SÃO LUIZ/MA
SALVADOR/BA
ARACAJU/SE
BRASILIA/DF
GOIÂNIA/GO
PALMAS/TO
BELO HORIZONTE/MG
 
SEGUNDA SEMANA 14 A 20/16/18
MOSSORÓ/RN
MANAUS/AM
 
TERCEIRA SEMANA 21 A  27/06/18
RECIFE/PE
MACEIÓ/AL

 

 

FICHA TÉCNICA

Direção: Licinio Azevedo

Roteiro: Licinio Azevedo e Teresa Pereira

Produção: Ukbar Filmes

Coprodução:  Les Films de l'Étranger, Urucu Media, Ebano Multimídia e Panda Filmes

Distribuição: Livres Filmes

Fotografia: Frédéric Serve

Montagem: Willem Dias

Direção de Arte: Andree du Preez

Edição de som: Kiko Ferraz 

Música: João Carlos Schwalbach

Elenco: Matamba Joaquim, Melanie de Vales Rafael, Thiago Justino, António Nipita, Sabina Fonseca

Ano: 2016

Duração: 96 min

 

Classificação etária: 14 anos

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!