Volume
Redes
Sociais
Campanha mundial vai promover, em junho, semana de ensino para quem nunca teve aula de música
27/05/2018 - 18h23 em Música
Para que professores, instrumentistas e leigos celebrem a música em todo o país, Semana Nacional do Ensino da Música - Make Music Brasil acontece de 18 a 24 de junho.A iniciativa é da Anafima, com recursos da NAMM Foundation e cooperação da UNESCO no Brasil
As inscrições já estão abertas para quem quiser aderir à campanha e participar – ensinando ou aprendendo

O Brasil entra na rota de uma campanha mundial que incentiva o ensino da música: o Make Music.

Lançada inicialmente na França com a Fête de la Musique, a iniciativa se tornou um evento mundial, reunindo músicos, professores e público em geral, que pode aprender e ouvir música gratuitamente.

Em mais de 800 cidades, em 120 países, o Make Music acontecerá num único dia (21 de junho). Mas aqui, com o Make Music Brasil, será uma semana toda dedicada à celebração da música.

Make Music Brasil – Semana Nacional do Ensino da Música é a iniciativa brasileira realizada pela Anafima, com recursos da NAMM Foundation e cooperação do escritório da UNESCO no Brasil.

De 18 a 24 de junho, em todas as capitais brasileiras e mais centenas de outras cidades, músicos e professores darão aulas grátis de iniciação musical em vários instrumentos,e também em canto, assim como orientações para bandas marciais e fanfarras.

O objetivo da ação é aumentar o interesse do aprendizado da música e a importância dela para jovens, profissionais, pessoas da terceira idade ou com algum tipo de necessidade especial. Os organizadores esperam mobilizar 800 horas de aulas de música durante a semana em todo o país.

As aulas serão presenciais, em local a ser escolhido pelo ministrante, ouonline, e as inscrições para participar já podem ser feitas pelo site www.makemusicbrasil.com.br.

Músicos, professores de música, escolas, conservatórios, núcleos culturais, igrejas, lojas de instrumentos, entre outros, se oferecem voluntariamente para dar aulas gratuitas e levar os ensinamentos aos interessados. Quem quiser participar ensinando, também pode se inscrever e agendar seu evento pela página www.makemusicbrasil.com.br, onde estão disponíveis o media kit para divulgação e orientações importantes, como por exemplo os locais sugeridos para as aulas presenciais. Há ainda a possibilidade de promover apresentações alusivas à semana Make Music Brasil, com o intuito de atrair novos públicos para o universo musical.

Seguindo o espírito da celebração, a organização do Make Music sugere locais variados para os eventos em cada cidade, desde os mais tradicionais, como centros de artes, museus, teatros, igrejas e salas de concerto, até espaços ao ar livre, como parques e estacionamentos, sem descartar alternativas como bares, cafés, restaurantes, centros comerciais, hospitais, creches e asilos.

 

Importância do ensino de música

Os especialistas são unânimes em dizer que, em matéria de música, quanto mais cedo o aprendizado, melhor. Já está comprovado por estudos científicos que o ensino musical aplicado desde a infância favorece o desenvolvimento do indivíduo em diversas áreas, como o desempenho escolar, o aprendizado de línguas e cidadania.

De acordo com a revista americana Scientific American, estudantes do ensino médio com o mínimo de quatro anos de estudo musical têm uma performance escolar 40% maior do que os alunos que estudaram música por um período entre um ano e seis meses.

Iniciativas como o Make Music Brasil se tornam ainda mais importantes tendo em vista que a música não faz parte da grade curricular das escolas brasileiras, e a maioria dos estudantes não tem acesso aos seus fundamentos

"O Make Music Brasil representa uma inovação no processo de engajamento das pessoas e instituições com a educação musical no Brasil. A iniciativa utiliza as tecnologias digitais e redes sociais para aproximar todos das mais diversas formas de aprender e de fazer música na contemporaneidade. A diversidade e a inovação musical são marcas registradas do Make Music Brasil. Venha fazer parte dessa comunidade!", afirma Liane Hentschke, diretora de Educação Musical da Anafima.

"A UNESCO no Brasil acredita que, ao utilizar Tecnologias da Comunicação e Informação (TIC), a iniciativa da Anafima colabora com o acesso a bens e serviços culturais, e pode contribuir para ampla disseminação de conteúdos culturais produzidos e consumidos. Esta também é uma forma de promover a diversidade cultural", explica o coordenador de Comunicação e Informação da UNESCO no Brasil, Adauto Soares. "A iniciativa também vem ao encontro do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 9 (ODS 9) da ONU, cujo foco é a construção de infraestrutura resiliente e o fomento da inovação, sobretudo por meio das TIC. Isso gera impactos positivos e duradouros para a educação, a cultura, a economia, a inclusão social e a proteção ambiental", complementa.
COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!