Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Sesc Ribeirão apresenta o espetáculo “ferramentas da casa quebrada”
30/07/2018 21:05 em Arte

 

 

 

 

 

Após reunir mais de 2 mil espectadores em apenas quatro cidades, a adaptação do conto russo que debate temas atuais, como abuso, misoginia e intolerância religiosa, tem apresentações no Sesc Ribeirão nos dias 3 e 4 de agosto

         O Sesc Ribeirão traz a peça “ferramentas da casa quebrada” com duas apresentações, nos dias 3 e 4 de agosto, sexta, às 20h30 e sábado, às 17h.

Em uma pequena cidade da Rússia, no século XIX, a história de Konstantin Pizónski vai ao encontro da de Platonida Andrêievna, em uma narrativa que trata de temas polêmicos para a época e, ao mesmo tempo, tão atuais. Após uma temporada de sucesso realizada em abril, que contou com mais de 2 mil espectadores em apenas quatro cidades, a peça “ferramentas da casa quebrada” estreia em Ribeirão Preto em duas apresentações, em 3 e 4 de agosto, trazida pela Casa da Arte Multi Meios e o grupo de teatro Fora do sériO, que completa 30 anos de realizações artísticas.

Na adaptação do conto “Kótin, o provedor e Platonida”, do escritor russo Nikolai Leskov (1831-1895) e direção de Jonas Golfeto, as atrizes Isabela Graeff, Míriam Fontana e Renata Martelli revezam-se entre narradoras e personagens para encenar esta obra do século XIX, em uma adaptação envolvente que aborda temas como intolerância religiosa, machismo e misoginia, debate sobre gênero, abuso e violência.

          Para Míriam, que integra o grupo Fora do sériO desde sua fundação, o desenrolar da trama teve um valor muito especial. “A história me causou um impacto tão grande pela concisão, contundência e beleza da linguagem que me lancei ao trabalho de levar o conto ao público na expectativa de que a história também provocasse no espectador as emoções, sentimentos e pensamentos que me povoaram”, comenta. Jonas Golfeto acredita que a expectativa sobre a opinião dos espectadores é sempre inesperada nessa arte. “A reação das pessoas é imprevisível, intangível, e esse mistério faz com que os artistas desfrutem intensamente da performance teatral no ato presente em que ela acontece”, explica.

Após passar por Araraquara, Batatais, Franca, Pontal e, agora, Ribeirão Preto, o grupo Fora do sériO foi contemplado com o ProAC (Programa de Ação Cultural) para Circulação de Espetáculo para a temporada de apresentação em 2019 em mais seis cidades: Pradópolis, São Joaquim da Barra, Bebedouro, São Carlos, Catanduva e Campinas.

 

          SINOPSE

Numa pequena cidade da Rússia do século XIX a vida é determinada e conduzida pelo ódio alimentado por briga religiosa, pelo rigor do inverno, pelo esforço do corpo em busca da sobrevivência, pelas epidemias, pelas guerras e pelo amor que brota em terras inférteis.

 

FOTOS ANEXAS (clique no texto para fazer o download):

 

SOBRE O FORA DO SÉRIO

O Grupo Fora do sériO foi fundado em 1988, em Campinas, e está sediado em Ribeirão Preto desde 1991. Quando chegou à cidade, montou sua primeira sede no histórico Edifício Diederichsen e ocupou seu último andar, onde permaneceu por 10 anos. Hoje as instalações do grupo ocupam um espaço mais afastado do centro, construído segundo as necessidades técnicas específicas para a criação artística, chamado Casa da Arte/Fora do sériO.

O trabalho do Grupo foi fortificado principalmente pelo estudo da commedia dell’arte – movimento teatral popular apoiado na força do ator, na utilização de máscaras teatrais, na improvisação e interação com o espectador, na presença da música executada ao vivo e na expressividade do corpo. Estas qualidades estão presentes até hoje.

Em seus 30 anos de trajetória, o grupo – que teve a contribuição do trabalho de inúmeros artistas integrantes – ousa com a mescla de linguagens e presença em espaços variados, palco, teatro de arena, rua, espaços alternativos, buscando a expressão e a comunicação contemporânea.

O Fora do sériO, ao completar três décadas de existência, sente-se agraciado por ter suscitado do público e críticos respeitáveis a maior consideração pela qualidade de suas realizações.

https://www.casadaartemultimeios.com/teatro

 

SOBRE NIKOLAI LESKOV

Nikolai Semeónovitch Leskov nasceu em 1831 no povoado de Gorókhovo, província de Oriol, às margens do Volga, na Rússia, em uma família de membros do clero. Seu pai era funcionário público, e a certa altura mudou-se com toda a família para o campo. Após frequentar o colégio local, Leskov foi trabalhar, aos 15 anos, como escrivão no Palácio da Justiça de Oriol, transferindo-se depois para Kíev, onde trabalhou no Fisco. Oito anos depois deixou o emprego para trabalhar como ajudante de administrador de fazenda, viajando sem cessar pelo interior da Rússia, conhecendo lugares e gente das mais diferentes espécies e adquirindo uma experiência que estaria presente em todos os seus livros. Mestre da narrativa (Walter Benjamin lhe dedicaria o célebre estudo "O narrador", de 1938), Leskov produziu uma obra vasta, mas foi predominantemente contista e novelista. É autor de dois romances - A lugar nenhum (1864) e Na ponta da faca (1871) - e de obras-primas da novela e do conto como O peregrino encantado (1873), O canhoto vesgo de Tula e a pulga de aço (1881) e Lady Macbeth do distrito de Mtzensk (1865). Faleceu em 1895, em São Petersburgo.

 

FICHA TÉCNICA

Espetáculo teatral “ferramentas da casa quebrada”

Adaptação do conto “Kótin, o provedor, e Platonida” de Nikolai Leskov

Tradução: Denise Sales

Dramaturgia: Grupo Fora do sériO

Direção: Jonas Golfeto

Concepção e Atuação: Isabela Graeff, Míriam Fontana e Renata Martelli

Direção Musical: Maestro Sergio Alberto de Oliveira

Cenografia e Cenotécnica: Jair Correia

Figurino e Maquiagem: Dino Bernardi

Iluminação: Jonas Golfeto

Montagem e Operação de Luz: Michel Mika Masson

Modelagem, Costura e Bordado: Zezé Cherubini

Luthiers: Eliana Paula de Oliveira e João Bisinoto

Fotografia: Jair Correia e Jonas Golfeto

Assessoria de Mídias Digitais: Amanda Furlan

Assessoria de Imprensa: Fonte Assessoria de Comunicação

Produção Executiva: Jair Correia e Míriam Fontana

Realização: Casa da Arte Multi Meios/Fora do sériO

 

SERVIÇO

TEATRO

ESPETÁCULO

ferramentas da casa quebrada

Com Grupo Fora do sériO

Dias 3 e 4 de agosto, sexta, às 20h30 e sábado, às 17h.

Galpão. 80 lugares por sessão.

14 anos

Ingressos à venda na Central de Atendimento do Sesc ou pelo portal sescsp.org.br/ribeirao

 

Ingressos:

R$ 17,00 (inteira)

R$ 8,50 (aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e servidor da escola pública com comprovante)

R$ 5,00 (trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo credenciados no Sesc e seus dependentes – credencial plena)

 

Sesc Ribeirão Preto

Rua Tibiriçá, 50, Centro

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!